18 de agosto de 2018

Bahia intensifica vacinação contra a poliomielite e o sarampo neste sábado


Postos de saúde em toda a Bahia abriram as portas neste sábado (18) para o chamado dia D de Mobilização Nacional contra o sarampo e a poliomielite. No balanço apresentado pelo Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), nesta manhã, em Lauro de Freitas, apenas os municípios de Lamarão, Itaquara e Cabaceiras do Paraguaçu estavam com índices de cobertura vacinal acima de 80%, o que demonstra o desafio até o dia 31 de agosto, data do encerramento da campanha. 

De acordo com o secretário estadual da Saúde, Fábio Vilas-Boas, o Brasil está vivendo um momento grave da saúde pública. “Existe a ameaça de voltarmos a ter epidemias de sarampo, poliomielite e a reintrodução urbana da febre amarela. Não podemos permitir que o esforço de anos da população brasileira para erradicar algumas doenças seja perdido pela negligência de alguns pais que não levam seus filhos para vacinar. Considero a atitude de não vacinar uma verdadeira prova de irresponsabilidade para com o filhos", afirmou.

Todas as crianças com idade entre 1 ano e menores de 5 anos devem receber as doses, independentemente de sua situação vacinal. Na Bahia, a população alvo a ser vacinada é de 849.361 crianças, tanto para polio quanto sarampo. A meta é vacinar 95% dessa população nos 417 municípios baianos.

Até às 11h, a Bahia estava com 26% de cobertura vacinal, sendo que 35 municípios ainda não tinham lançado quaisquer informações no Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunização (SIPNI). Além disso, 314 cidades estavam com cobertura abaixo de 50%, outras 65 localidades tinham cobertura entre 50% e 75% e apenas três municípios estavam acima de 80%.

Para garantir a alta cobertura vacinal, está sendo realizada articulação com escolas e creches para realizar vacinação programada, além do funcionamento das Unidades Básicas de Saúde (UBS) em horários alternativos, bem como a busca ativa, com vacinação em feiras, shoppings, praças e em outros locais de grande circulação.

A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) recebeu do Ministério da Saúde 2,1 milhões de doses das duas vacinas. O último caso de poliomielite na Bahia foi no ano de 1989, no município de Irecê. Não temos casos de sarampo desde 1999. O último caso importado foi em 2011, de uma criança francesa que esteve em Porto Seguro.

Os 35 municípios que não informaram quantas crianças vacinaram são estes: Érico Cardoso, Botupora, Caatiba, Candiba, Canudos, Caravelas, Castro Alves, Caturama, Contendas do Sincorá, Coronel Joçao Sá, Dias D'Ávila, Gongogi, Heliópolis, Ibiquera, Ibirapitanga, Itaete, Itagimirim, Itanhém, Itapitanga, Lajedão, Livramento de Nossa Senhora, Manoel Vitorino, Miguem Calmon, Nova Fátima, Nova Ibiá, Paripiranga, Pedro Alexandre, Pilão Arcado, Ribeira do Amparo, Santa Cruz Cabrália, Tapiramutá, Ubaitaba, Valença, Vera Cruz e Vereda.


Fonte: Secretaria da Saúde do Estado (Sesab)

Postagens relacionadas

Bahia intensifica vacinação contra a poliomielite e o sarampo neste sábado
4/ 5
Oleh