7 de agosto de 2017

Projeto Jovem Empreendedor Primeiros Passos é lançado em Irecê

Escola municipal vai implantar o projeto do 1º ao 9º ano
Irecê - O lançamento do projeto Jovem Empreendedor Primeiros Passos (JEPP) foi realizado na quarta-feira, 2, no pátio da Escola Municipal Luís Viana Filho em Irecê. A unidade escolar foi a única contemplada na cidade e vai oferecer o projeto do 1º ao 9º ano, com disciplinas que fomentem o empreendedorismo e o uso sustentável de materiais reciclados.

O evento contou com a participação do gerente regional do Sebrae em Irecê, Edirlan Souza, do prefeito Elmo Vaz, dos secretários municipais de Educação e de Indústria e Comércio, Agnaldo Freitas e Pedro Sodré, respectivamente, além de professores, coordenadores e alunos, que fizeram uma apresentação musical para os convidados.

Para Edirlan, o projeto é uma ferramenta de transformação, que vai inserir práticas empreendedoras desde cedo no universo dos alunos. “É um projeto diferenciado, que fomenta o empreendedorismo e abre novas possibilidades de negócios futuros. Uma forma de incentivar o aluno a empreender e, quem sabe, ser dono do seu próprio negócio futuramente”, diz.

Graça Gonçalves, coordenadora do projeto na escola, ressaltou a importância do JEPP para a comunidade. “Estamos inseridos em um bairro popular que necessita de iniciativas inovadoras e que fomentem a geração de renda. O aluno pode dividir o aprendizado com outros membros da família e iniciar um novo negócio”, explica.

Para o secretário de Indústria e Comércio, Pedro Sodré, o projeto visa despertar a cultura do empreendedorismo nas crianças. "A iniciativa pode fazer com que eles trabalhem técnicas de competitividade, posteriormente, no mercado. Pensa-se muito no emprego, mas com este programa, o jovem pode ser provocado a abrir seu negócio, empreender e obter sua renda”, destacou Sodré.

JEPP

O Programa Jovem Empreendedor Primeiros Passos é destinado a fomentar a cultura empreendedora nas instituições escolares e está de acordo com os quatro pilares da educação propostos pela Unesco: aprender a conhecer (adquirir instrumentos de compreensão); aprender a fazer (para poder agir sobre o meio envolvente); aprender a viver juntos (a fim de participar e cooperar com o outro em todas as atividades humanas) e aprender a ser (via essencial que integra as três precedentes). A ideia é a de que a educação deve atuar como transformadora desse sujeito e incentivá-lo à quebra de paradigmas e ao desenvolvimento das habilidades e dos comportamentos empreendedores.

Nara Zaneli



Postagens relacionadas

Projeto Jovem Empreendedor Primeiros Passos é lançado em Irecê
4/ 5
Oleh