30 de julho de 2017

Energia vai de vento em popa na Bahia


Com a licença do trocadilho, a energia eólica está indo de vento em popa na Bahia. A semana abriu e fechou com boas notícias. A primeira foi a entrada em operação do parque eólico Cristalândia da Enel Green Power. Com capacidade total instalada de 90 MW, o complexo está localizado nos municípios de Brumado, Rio de Contas e Dom Basílio. A segunda foi a liberação da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) para a usina eólica Ventos da Bahia II entrar em operação de teste das unidades geradoras UG5 a UG9, totalizando 15 MW de capacidade instalada. A usina está localizada no município de Mulungu do Morro.

Atualmente, a Bahia conta com 74 projetos em operação, totalizando uma capacidade instalada de 1,84 GW, o que coloca o estado em segundo maior estado brasileiro em produção de energia eólica, atrás somente do Rio Grande do Norte, com 127 usinas e 3,44 GW de potência instalada. Há ainda outros 69 empreendimentos em construção e 97 projetos que iniciarão as obras nos próximos anos. Para 2020, a previsão é ainda mais otimista. A Bahia deverá chegar a capacidde total instalada de 5,5 GW, o que deve garantir a liderança no ranking da produção da fonte eólica.

Segundo Jaques Wagner, secretário de Desenvolvimento Econômico, é importante frisar que os conjuntos de parques estão sendo desenvolvidos em 23 municípios espalhados em todo o eixo central do estado, do sudoeste até o norte do Vale do São Francisco. "Só temos o que comemorar, são os bons ventos baianos levando desenvolvimento, emprego e renda, em especial, para a região semiárida do estado".

28.07.2017
Ascom/SDE

Postagens relacionadas

Energia vai de vento em popa na Bahia
4/ 5
Oleh