28 de junho de 2017

São João de Irecê 2017 tem balanço positivo


A Prefeitura de Irecê apresentou, nesta quarta-feira (28), o balanço do São João 2017, durante uma coletiva de imprensa, que contou com as presenças do prefeito Elmo Vaz, do secretariado, representantes do legislativo, das polícias e juizados. Segundo as informações levantadas, cerca de 500 mil pessoas passaram pela Praça Clériston Andrade, Vila das Caraíbas e Mercadão do Zé Bigode, nos cinco dias. Foram gerados dois mil postos de trabalho, com faturamento estimado de aproximadamente R$ 5 milhões de reais, apenas entre os comerciantes dos circuitos.

“Diante desses dados, entendemos que o São João de Irecê não é apenas uma festa, mas queremos que ele seja entendido como um produto econômico, turístico e social, de desenvolvimento para a região", ressaltou o prefeito Elmo Vaz. "Além disso, cada vez mais esse evento se consolida como umas das principais festas juninas do Nordeste e até mesmo do Brasil. Só ouvimos elogios dos artistas, como Marília Mendonça, Dorgival Dantas, Targino Gondim, que já estão acostumados em participar de eventos de grande porte mundo afora”, disse.

Para ele, o modelo de gestão participativo é um dos fatores que contribuíram para o sucesso dos festejos juninos: "A partir do momento em que criamos comissões, encabeçadas pelos secretários para gerir a festa, descentralizamos a produção, e ouvimos mais o povo”, destacou.

Economia

As festas de São João e São Pedro tiveram custo de aproximadamente R$3,5 milhões, uma economia significativa quando comparada com os cerca de R$4,9 milhões gastos ano passado. “Os patrocínios que conseguimos do setor privado, emendas parlamentares e do Governo do Estado ajudaram a diminuir ainda mais esse valor. A Prefeitura de Irecê arcou apenas com R$2,5 milhões do valor total da festa”.
Durante a coletiva, o prefeito anunciou também um seminário de avaliação da festa junina e planejamento do São João de 2018, que acontecerá no dia 21 de julho, com participação de todos os setores da sociedade. Elmo Vaz também falou sobre duas novidades para a próxima edição: ampliação da cidade cenográfica da Vila das Caraíbas e captação de patrocínios com 10 meses de antecedência. Neste novo modelo, os patrocinadores poderão parcelar os investimentos na festa em até 10 vezes e como contrapartida, terão sua marca exposta por todo esse período.

Segurança e saúde

A unanimidade entre todos os participantes do evento foi que este foi um São João da paz. Para o coordenador do São João, Jazon Junior, um clima de alegria tomou conta da cidade durante os festejos juninos, o que contribuiu para o clima de alegria. "Todas as outras condições estavam dadas: ótimas atrações, estrutura, decoração... Estava tudo andando, a nossa maior preocupação era a segurança, que acabou sendo impecável", avaliou ele.

Segundo o delegado titular de Irecê, Ernandes Junior, houve redução na maioria dos números da segurança da festa esse ano. “Em 2016 foram registradas 140 ocorrências de crime contra o patrimônio, contra 61 esse ano, uma redução de 57%”, explicou. “Além disso, as lesões corporais foram reduzidas em 50%. Ainda houve diminuição de 75% dos veículos roubados nos circuitos”, afirmou.

Na ocasião o titular da Delegacia de Tóxicos e Entorpecentes (DTE) de Irecê, Michael Alves, destacou que foram apreendidas na festa cerca de 10 gramas de cocaína, 39 gramas de maconha e uma pedra de crack no circuito, além de terem sido realizadas três prisões em flagrante. “Foram registradas nos cinco dias de festas 54 ocorrências de furtos. Apenas no ultimo dia de festa do ano passado foram registrados 100 ocorrências”, alegou.

Os dados de saúde apontam que no Fórum foram registrados 183 atendimentos. No posto do Tiro de Guerra, foram 94 ocorrências, e no Mercadão, 109. As ocorrências mais frequentes foram relativas a consumo excessivo de álcool e aferição de pressão arterial.





Postagens relacionadas

São João de Irecê 2017 tem balanço positivo
4/ 5
Oleh