13 de abril de 2017

Imóvel onde funciona o Museu Arqueológico de Central/BA precisa de reforma, diz servidora

As salas que estão sem portas estão servindo de banheiro público e depósito de lixo (Foto: Central Notícia/ Jota D)
O imóvel onde funcional o Museu Arqueológico da cidade de Central/BA precisa de uma boa reforma, assegura a recepcionista Simonete Porto.

A funcionária do Museu entrou em contato com a redação do Central Notícia para pedir providências aos setores competentes. Segundo ela, em salas anexas ao Museu, a sujeita e entulho tomam conta, pois durante à noite, pessoas estão fazendo necessidades fisiológicas no local. A reportagem conferiu in loco a denúncia. ‘Aqui está servido também de ponto para prostituição e uso de drogas’, lamenta.

    Ainda de acordo com Porto, os pais de família pedem ao poder público que faça alguma melhoria na estrutura do imóvel, pois a qualquer momento um acidente poderá acontecer com as crianças nas calçadas altas, já que as grades de proteção não estão em bom estado de conservação.


      Central possui seus pontos turísticos que são as pinturas rupestres localizadas no povoado de Riacho Largo e Boqueirão – por isso que é o Centro da Arqueologia. O Museu Arqueológico foi fundado pela arqueóloga Maria Beltrão.




      Ainda conforme a servidora do município, o prédio do Museu pertence à Prefeitura. Em outrora, no local funcionou o Mercado Municipal. Atualmente, está também em atividade a Cesta do Povo – além do Museu.
      Antes do governo do prefeito Uilson Monteiro, muitos bares existiam nas laterais do imóvel. Os botecos foram extintos ( decisão acertada), mas os locais, em sua maioria, estão abertos e sem utilidades – por isso o questionamento das pessoas. Aliás, a única utilidade no momento é servir de banheiro público.

      Portanto, a população e visitantes exigem uma maior atenção da Prefeitura e Secretaria de Cultura para o caso, e façam jus ao título de Cidade ou Epicentro da Arqueologia.

      Fonte: Central Notícia

      Postagens relacionadas

      Imóvel onde funciona o Museu Arqueológico de Central/BA precisa de reforma, diz servidora
      4/ 5
      Oleh