10 de março de 2017

Parceria entre NEOJIBA e filarmônicas cria Orquestra Regional de Irecê


Mais de 100 músicos do Centro-Norte baiano participam, nos dias 11 e 12 de março, da segunda etapa das Caravanas Pedagógicas do NEOJIBA, por meio da Rede de Projetos Orquestrais da Bahia. As crianças, adolescentes e jovens músicos são integrantes da Filarmônica 19 de Setembro (de Ibipeba), Filarmônica 12 de Agosto (de Central), Filarmônica 9 de Maio (de João Dourado), PIM - Programa Ireceense de Música (de Irecê) e Filarmônica 25 de Fevereiro (de São Gabriel), grupos que juntos formam a Orquestra Regional de Irecê. O encontro acontece no Colégio Modelo, no município.

Esta é a segunda caravana das cinco que serão realizadas na região. Durante o fim de semana, os músicos vão participar de oficinas de técnica instrumental com instrutores do NEOJIBA e ensaiar para o grande concerto da Orquestra Regional, que acontecerá no dia 3 de junho, em Irecê, aberto ao público.

Adriano Cenci, coordenador da Rede, destaca a importância da região como um polo musical da Bahia. “Nosso parceiro local atua em diferentes municípios, e esse grande encontro favorece a expansão da prática musical coletiva, que é a proposta da Rede”, completa.

Para o maestro e gestor dos cinco grupos, Gerry Andrade, os encontros favorecem o aprendizado. “Há uma troca de experiência com a vinda de novos professores e músicos, um aprendizado de novas técnicas. Com o NEOJIBA, há uma maior visibilidade das filarmônicas e grupos locais, além de ser uma fonte de inspiração para esses jovens músicos”, destaca.
 
 
Caravanas Pedagógicas
Em comemoração aos 10 anos do NEOJIBA, o projeto das Caravanas Pedagógicas realiza até outubro 2017 um total de 42 visitas técnicas e oficinas pedagógicas com grupos musicais e orquestrais da Bahia, além de 12 apresentações públicas. Todas as atividades são gratuitas e contemplam diretamente mais de 1,3 mil crianças, adolescentes e jovens de projetos orquestrais, sediados em 30 municípios do Estado. O projeto foi iniciado em outubro de 2016 e conta com o patrocínio da Cielo e Cateno, através da Lei Federal de Incentivo à Cultura do Ministério da Cultura e Governo Federal, Ordem e Progresso.

Sobre a Rede de Projetos Orquestrais da Bahia
É um espaço que reúne diversas entidades que promovem o ensino e a prática musical coletiva como meio para o desenvolvimento social de crianças, adolescentes e jovens na Bahia. Atualmente, são 42 projetos, em 36 municípios e 15 Territórios de Identidade do Estado. A Rede procura criar ou potencializar ações que atendam à crescente demanda por apoio pedagógico no campo da formação musical e oferece qualificação em gestão e na criação de projetos musicais no interior do Estado.

Sobre o NEOJIBA
Criado em 2007 como um dos programas prioritários do Governo do Estado da Bahia, o NEOJIBA (Núcleos Estaduais de Orquestras Juvenis e Infantis da Bahia) tem por objetivo promover o desenvolvimento e a integração social prioritariamente de crianças, adolescentes e jovens em situações de vulnerabilidade, por meio do ensino e da prática musical coletivos. O NEOJIBA beneficia cerca de 4.600 crianças, adolescentes e jovens em todo o estado da Bahia. É uma ação da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS) e seu diretor fundador é o maestro e pianista Ricardo Castro.

Fonte; Ascom NEOJIBA

Postagens relacionadas

Parceria entre NEOJIBA e filarmônicas cria Orquestra Regional de Irecê
4/ 5
Oleh