5 de janeiro de 2017

Saudoso Edizio Mendonça foi homenageado durante cerimônia de posse de prefeito e vereadores

Foto André Pereira
Durante o cerimonial de posse de prefeito e vereadores realizado no dia 1° de Janeiro em Barra do Mendes, foi prestada uma homenagem  ao secretário Edizio Rodrigues Mendonça, que faleceu no dia 27 de agosto de 2016, em Barra do Mendes. Foi dedicado um minuto de silêncio ao saudoso e um quadro de sua fotografia que será exposto na galeria da Câmara de Vereadores.

 Biografia
Edízio estudou as primeiras letras na Escola Particular regida pela professora leiga Elvira Campos Mendonça (1942/1944) e na Escola Particular Duque de Caxias, regida pelo Professor leigo Lídio Amando Guedes (1945/48) em Barra do Mendes. Fez o curso primário na Escola Pública Rio Branco, regida pela Professora Vivaldina Lima Lessa, (1948/1952), também em sua terra natal. Entre outros, tem os seguintes cursos: Primário, Ginasial, Administração Municipal, Técnicas de Alfabetização, Organização de Secretaria, Fiscalização de Rendas e Curso Superior de Jornalismo.
Ele foi Escritor, Jornalista, Cronista, Pesquisador, Historiador, Poeta e Trovador. Edízio Mendonça foi também político local, além de funcionário municipal, tendo exercido vários cargos na Administração Pública de Barra do Mendes. Como político, foi Vereador (1971/1973),  Vice-Prefeito (1977/1983), prefeito em exercício, e exerceu inúmeras vezes o cargo de Secretário de Administração, Cultura e Turismo do Município. O mesmo colaborou com diversos jornais do País. Edízio Rodrigues Mendonça é um homem de muitos talentos, atuou como Diretor – Gerente da Rádio Barra do Mendes (RBM) e foi Diretor do Jornal “Tribuna do Sertão”.

Ele era autor de mais de 70 livros inéditos  e vários cadernos sobre a história de Barra do Mendes, e de todos os municípios da região de Irecê.

Dentre as obras publicadas pelo autor, destacam-se:

Poemas para Cleonice – 1969

O Coronel Militão Coelho – 1980 (biografia de Militão Coelho)

Capitão João Pedro – 2002

Barra do Mendes, uma história de lutas – 2003

Cantigas do Alvorecer – 2006

Campestre e seus Horrores – 2006


Edizio era membro de diversas entidades culturais e de classe, tais como a Academia Guanabarina de Trovas (RJ), Academia Itajubense de Letras (Itajubá – MG), Academia Anapolina de Filosofia, Ciências e Letras (Anápolis – GO), Academia Conquistense de Letras (Vitória da Conquista – BA), Academia Barramendense de Letras (Barra do Mendes – BA), Academia Cabista de Letras (Arraial do Cabo – RJ), Academia Ireceense de Letras (Irecê – BA), Academia Goianense de Letras (Goiânia – GO) e The International Academy of England Londres – Inglaterra, entre outras.



Postagens relacionadas

Saudoso Edizio Mendonça foi homenageado durante cerimônia de posse de prefeito e vereadores
4/ 5
Oleh