10 de janeiro de 2017

Falta de chuvas preocupa agricultores e produtores da região de Irecê

A plantação de milho já começa sofrer com a falta de chuva no município de Central/BA ( Foto: Central Notícia)
A lavoura de milho no município de Central e região de Irecê está sofrendo com a falta de chuva e, se continuar assim, a safra será perdida mais uma vez.

Isso também acaba preocupando os produtores de leite, porque as vacas comem milho para complementar a alimentação, já que os pastos também estão secos pela estiagem.

Nos meses de novembro e dezembro choveu abaixo da média na região. A situação também preocupa os níveis do Rio São Francisco e a Barragem de Mirorós que abastecem a região.

A Barragem de Mirorós é o manancial que abastece 08 municípios da região de Irecê e, com a severa estiagem que atinge o semiárido baiano, em alguns anos, já baixou seu volume acumulado a níveis alarmantes.

A reportagem entrou em contato com a Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) e, a empresa afirmou que o nível de água da Barragem de Mirorós está estável.

Outros municípios, a exemplo de Irecê, João Dourado, América Dourada, Central, Jussara, São Gabriel e ItItaguaçu
são atendidos pelo sistema Adutor São Francisco que beneficia mais de 200 mil pessoas.




Segundo a meteorologia, pode chover nos próximos dias. Se isso acontecer, parte da lavoura será salva (Foto: Central Notícia)
Segundo alguns sites de meteorologia, no entanto, há possibilidades para chover nos próximos dias, o que de certa forma mantém viva a esperança de produtores da região.

Com o aumento das temperaturas no verão, as plantações de milho na região de Irecê já sentem o reflexo do calor e, começam a murchar.

Há mais de um mês não chove no sertão da Bahia.

Fonte: Central Notícia/ Fotos: Jota D

Postagens relacionadas

Falta de chuvas preocupa agricultores e produtores da região de Irecê
4/ 5
Oleh