31 de dezembro de 2016

Amazonas: Moradores incendeiam casa da atual prefeita de Jutaí em protesto contra salários atrasados

 Amazonas - Cerca de mil moradores de Jutaí (a 751 quilômetros de Manaus) atearam fogo na casa da atual prefeita do município, Marlene Gonçalves Cardoso (PROS), na noite desta quarta-feira (28). O ato foi em protesto para cobrar três meses de salários atrasados de funcionários da prefeitura de Jutaí, conforme afirmou o delegado Genilson Arruda, titular da 56ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) do município.

Conforme Arruda, não havia ninguém na casa no momento do incêndio, mas todos os móveis e eletrodomésticos foram destruídos. Além da casa, o grupo também depredou uma loja que pertence ao marido da prefeita.

De acordo com o delegado, a prefeita Marlene Gonçalves, não está no município. “Tudo iniciou com uma manifestação pacífica, no fim da tarde desta quarta-feira. Mas durante o trajeto, um grupo se dirigiu à casa da prefeita e praticou esse vandalismo. Estou de férias, fora do município, mas já pedimos reforço do policiamento de Tefé para manter a ordem na cidade”, disse.
Segundo o delegado, um inquérito policial será aberto para apurar o caso. Ninguém tinha sido preso, de acordo com Arruda, até a publicação desta matéria.

Ainda segundo o delegado Genilson Arruda, a Polícia Civil e o comando da Polícia Militar, em Manaus, foram comunicados sobre o ocorrido para que mais policiais sejam enviados ao município de Jutaí.

Marlene Gonçalves Cardoso perdeu as eleições deste ano, para o quadriênio 2017/2020, para Pedro Macário (PDT). O protesto ocorreu a três dias da posse do novo prefeito eleito.

Fonte/fotos: PC

Postagens relacionadas

Amazonas: Moradores incendeiam casa da atual prefeita de Jutaí em protesto contra salários atrasados
4/ 5
Oleh