15 de outubro de 2016

Seplan dá início à Agenda Territorial em Irecê


O Território de Irecê, juntamente com os territórios do Baixo Sul, Velho Chico e Litoral Sul, serão os primeiros na implantação das ações da Agenda Territorial da Bahia (AG-TER). Na próxima quarta-feira (19), às 8h, técnicos da Secretaria Estadual do Planejamento (Seplan),  instituição responsável pela coordenação da agenda, estarão reunidos na sede da Codevasf, em Irecê, com representantes dos governos estadual e federal, colegiados de desenvolvimento territoriais (Codeter´s),  agentes financeiros, universidades, serviços de apoio ao empreendedorismo, institutos federais de educação, consórcios públicos e representações municipais para a instalação do Comitê Territorial de Articulação (CTA) e construção do seu plano de trabalho.

Segundo o vice-governador e secretário do Planejamento da Bahia, João Leão, o objetivo do programa é propiciar oportunidades de desenvolvimento aos Territórios de Identidade do Estado da Bahia, mediante a integração de esforços entre diversos atores públicos e privados de diferentes segmentos para viabilizar a implantação de empreendimentos produtivos em todos os Territórios da Bahia e fomento a cultura empreendedora, a fim de promover a geração de renda e a melhoria da condição de vida da população baiana.

O Comitê Territorial de Articulação (CTA) é uma instância de articulação institucional formada por atores sociais locais, tais como representantes dos governos federal, estadual e municipal, além de agentes financeiros, instituições de ensino e consórcios públicos, entre outros, com o objetivo de identificar e propor projetos econômicos, facilitar a formação de parcerias comerciais, identificar e dialogar com empreendedores e agentes institucionais, sempre com o intuito de encontrar soluções e criar oportunidades para o desenvolvimento econômico em cada território.

De acordo com o Diretor de Planejamento Territorial da Seplan, Thiago Xavier, o comitê é o espaço mais importante da governança. “A instalação do CTA é o último passo para que possamos dar início às atividades da AG-TER, é a instância que vai fazer acontecer”, destaca.

O Território de Identidade Irecê localiza-se majoritariamente no Centro Norte Baiano, ocupando uma área territorial de 26.638 km², com uma população total de 434.783 habitantes, perfazendo uma densidade demográfica de 16,3 hab/km². O território é composto administrativamente pelos municípios de América Dourada, Barra do Mendes, Barro Alto, Cafarnaum, Canarana, Central, Gentio do Ouro, Ibipeba, Ibititá, Ipupiara, Irecê, Itaguaçu da Bahia, João Dourado, Jussara, Lapão, Mulungu do Morro, Presidente Dutra, São Gabriel, Uibaí e Xique-Xique.

Informações da Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI) dão conta de que no ano de 2013, o TI Irecê foi responsável por 1,3% de toda riqueza produzida no estado da Bahia, valor em torno de R$ 2,6 bilhões. O setor de comércio e serviços é o principal destaque na atividade econômica do território, representando 86,5% do valor agregado bruto (VAB) no ano de 2013. Por sua vez, a agropecuária e a indústria apresentaram reduzida participação no VAB do território, com, respectivamente, 7,2% e 6,3% de participação.

Postagens relacionadas

Seplan dá início à Agenda Territorial em Irecê
4/ 5
Oleh