20 de junho de 2016

Depois do feijão, leite também deve ter aumento na Bahia por causa da estiagem


Depois do aumento do feijão, agora é a vez do leite. A severa estiagem que tem assombrado os pecuaristas e fazendeiros no Sul da Bahia há nove meses, tem feito com que setenas de animais morram, entre eles, em sua maioria, as vacas e os bezerros. Não é somente os produtores que tem sentindo no bolso os danos causados pela seca, os consumidores são os maiores atingidos com o aumento de itens mais requisitados da cesta básica.

Além da morte das vacas e bezerros, por conta da seca, os animais que permanecem vivos, não estão produzindo o líquido como antes, fazendo a produção cair brutalmente, sem contar que parte da produção já reduzida é destinada para alimentar os bezerros. Se a estiagem não cessar, o consumidor sentirá no bolso o aumento no preço do leite e ainda de produtos derivados, como queijo, manteiga, iogurte e requeijão. 

Postagens relacionadas

Depois do feijão, leite também deve ter aumento na Bahia por causa da estiagem
4/ 5
Oleh