5 de abril de 2016

Jacobina é o terceiro município do Estado com maior incidência de Zika e Dengue

Uma resolução aprovada pela CIB - Comissão Intergestores Bipartite - estabelece prioridade no enfrentamento das arboviroses (chikungunya, dengue e zika) em 14 municípios considerados de maior incidência destas doenças na Bahia.

Recursos do Ministério da Saúde deverão ser repassados a estes municípios baianos em situação mais crítica. De acordo com dados da Secretaria de Saúde da Bahia, Jacobina possui a 3ª maior incidência de casos dengue e chikungunya, entre 06 e 12 de março de 2016, período tomado para avaliação, atrás apenas de Itabuna e Itaberaba.

Em Jacobina foram indicados 677 casos de Zika e 491 de dengue, no período acima observado.

Entre os municípios em situação crítica estão Itabuna, com 2.857 casos de Zika e 6.579 casos de dengue, entre 06 e 12 de março do ano em curso, liderando o índice. Figuram na triste lista Itaberaba com 2.477 de chikungunya, 1.013 de zika e 609 de dengue; Mairi, com 30 de chikungunya, 601 de zika, e 131 de dengue.

Buerarema, Coronel João Sá, Marcionílio Souza, Boa Vista do Tupim, Jandaíra, Euclides da Cunha e Ilhéus, também despontam.

Jaguarari, na região de Senhor do Bonfim, possui 445 casos de chikungunya, 119 de zika e 164 de dengue. Piritiba, que também faz parte da relação, tem 41 casos de chikungunya, 210 de zika, e 108 de dengue. Já o município de Capim Grosso tem 32 de chikungunya, 38 de zika e 87 de dengue.

Fonte: Mais Política 

Postagens relacionadas

Jacobina é o terceiro município do Estado com maior incidência de Zika e Dengue
4/ 5
Oleh