18 de março de 2015

Trabalhadores dos Correios na Bahia entram em greve

Os trabalhadores dos Correios na Bahia decidiram na noite de terça-feira (17) entrar em greve por tempo indeterminado durante assembleia realizada na Praça da Inglaterra, no bairro do Comércio. Segundo o Sindicato dos Trabalhadores em Correios e Telégrafos no Estado da Bahia (Sincotelba), a greve é motivada pela ameaça de um projeto de privatização dos Correios e por conta da diminuição de direitos dos funcionários.

Uma medida que começa a valer em abril sobe o desconto salarial do fundo de pensão de 3.94% para 25,98%. A estimativa do sindicato é que 60% dos funcionários aderiram à paralisação, número que difere do que a empresa divulga. Segundo os Correios, a operação de entrega e postagem segue normalmente em todo o Brasil, com paralisação "restrita" em oito estados, incluindo a Bahia.

Na Bahia, os Correios informam que 91,66% dos empregados trabalham normalmente, segundo apurado pelo sistema eletrônico de presença. A empresa diz que a paralisação está concentrada na área de distribuição.

A empresa diz em nota que considera o movimento de paralisação "injustificado", pois todas as reivindicações já estão sendo negociadas. A empresa também nega planos para privatização da empresa.

Os funcionários em greve fizeram uma caminhada na tarde desta quarta saindo no Campo Grande.

Informação do Correio

Postagens relacionadas

Trabalhadores dos Correios na Bahia entram em greve
4/ 5
Oleh