23 de janeiro de 2015

Exército nega que BBB Luan tenha matado um adolescente

Foto: Divulgação
O carioca Luan, participante da 15ª edição do Big Brother Brasil, revelou que havia matado um adolescente durante a ocupação do Exército no Complexo do Alemão, no Rio de Janeiro. Em comunicado enviado ao site da Veja, o Exército Brasileiro negou que o ex-militar tenha participado da ocupação dos morros cariocas.

"O ex-militar Luan Patrício dos Santos Rosa foi incorporado às fileiras do Exército Brasileiro (EB) no dia 1° de março de 2010, na 1ª Divisão do Exército (1ªDE), no Rio de Janeiro. Em 2011, foi transferido para o Grupamento de Unidades-Escola/9ª Brigada de Infantaria Motorizada (GUEs/9ª Bda Inf Mtz). 

Alguns integrantes da 9ª Brigada participaram da Força de Pacificação no Morro do Alemão, prestando serviços à base e apoio à manutenção das instalações dos militares. Não há registros de que esse efetivo tenha participado de incursões naquela Comunidade. 

No dia 29 de fevereiro de 2012, o cidadão em tela foi licenciado das fileiras do Exército Brasileiro", diz o comunicado da organização. BN

Postagens relacionadas

Exército nega que BBB Luan tenha matado um adolescente
4/ 5
Oleh