10 de outubro de 2014

Bombeiros de SP se preparam para receber possíveis casos de ebola

O Corpo de Bombeiros de São Paulo se prepara para receber suspeitas ou casos confirmados de ebola. Nesta quinta-feira (9), um africano vindo de Guiné procurou um hospital em Cascavel (PR) após apresentar sintomas de febre. Ele foi transferido para o Rio de Janeiro. É a primeira suspeita do caso no Brasil.

A corporação paulista recebeu equipamentos especiais, como uma ambulância modificada, vedada, na qual o paciente não tem comunicação com o motorista. Também há uma maca especial, que impede o contato do paciente com os médicos e enfermeiros. Há um filtro de ar na maca e a medicação passa por um buraco. O estado de SP têm duas macas especiais e mais duas irão chegar.

O Hospital Emílio Ribas, especialista em doenças infecciosas, recebeu 2.500 kits para atender pacientes com a suspeita da doença. A sequência correta para os profissionais da saúde e bombeiros usarem o kit é: luvas, macacão, máscara, óculos, viseira, mais luvas e avental. Em setembro, o hospital fez uma simulação da chegada de um paciente com o vírus no local. O aeroporto de Guarulhos também realizou um teste para a chegada de possíveis casos.

Doença e sintomas
O ebola passa de uma pessoa para outra, por contato direto com sangue contaminado, fluidos corporais ou órgãos, ou indiretamente, por meio do contato com ambientes contaminados.
Os sintomas são: febre, dor de garganta, dor de cabeça, dor muscular, olhos vermelhos, debilidade, vômito, diarreia, e, nos casos mais graves, hemorragia. G1

Postagens relacionadas

Bombeiros de SP se preparam para receber possíveis casos de ebola
4/ 5
Oleh