1 de julho de 2014

Mais de 70% dos dos adolescentes baianos não votam em 2014

Cerca de 71% dos adolescentes baianos com 16 e 17 anos não irão às urnas nas eleições de outubro. Ao menos é o que aponta um cruzamento entre informações do Censo de 2010 do IBGE e das estatísticas do eleitorado do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A estimativa do instituto de pesquisa é de que 540 mil jovens do estado teriam idade para optar se votariam ou não, mas o número de títulos emitidos para a faixa etária foi de 162 mil. O coordenador de Disseminação de Informações do IBGE na Bahia, Joilson Rodrigues, acredita que a postura contradiz as mobilizações de junho de 2013, que atraíram milhares de adolescentes. "A participação política é uma forma legítima de se manifestar. Se confirmadas essas estimativas da baixa participação nas urnas, parece contraditório com as ações de junho do ano passado", disse Rodrigues ao A Tarde. "Em que medida as manifestações representam a consciência política desses jovens?", questiona. Mesmo com o baixo número, a adesão de jovens que não são obrigados a votar na Bahia foi maior do que a média nacional, em que apenas 20% fizeram o registro para as votações de 2014.

Postagens relacionadas

Mais de 70% dos dos adolescentes baianos não votam em 2014
4/ 5
Oleh