4 de junho de 2014

Lapão: População sofre com lixão e esgoto a céu aberto

A população de Lapão, no norte do estado, sofre com o lixão público, situado às margens da BA-432. Algumas ruas e equipamentos públicos são prejudicados por problemas de esgotamento sanitário. A situação é mais crítica na Escola Zenalia Dourado Lopes. A reportagem do site Sertão Baiano acompanhou uma inspeção da vereadora Aline Dourado (PT), que apontou uma série de irregularidades dentro da unidade de ensino administrada pela prefeitura de Lapão. 

De acordo com a petista, a administração municipal instalou uma vala que passa pelo canto do muro da escola e desemboca em um terreno particular. Além disso, dentro do mesmo espaço físico, há uma espécie de “respiro” em que o esgoto corre a céu aberto. Apesar das evidências e dos testemunhos, o secretário municipal de Infraestrutura de Lapão, Wilson Bráulio Cardoso, minimizou a situação. 

Segundo o gestor, os problemas de saneamento na sede do município foram causados por intervenções “irresponsáveis” feitas pela Codevasf. “Se existe um problema de execução, a culpa não é nossa. Mas, a verdade é que bosta fede em qualquer lugar, meu amigo, seja aqui, em Salvador ou no Rio de Janeiro”, disse, durante reunião que contou com a presença da vereadora Aline Dourado (PT). Quanto ao lixão, o secretário negou que o lixo hospitalar seja despejado no local. “Esse material é levado para Feira de Santana”, garantiu. Bahia Notícias

Postagens relacionadas

Lapão: População sofre com lixão e esgoto a céu aberto
4/ 5
Oleh