5 de maio de 2014

Preso suspeito de atirar vaso sanitário que matou torcedor no Arruda, em Recife

O torcedor Everton Filipe Santiago Santana, 23, foi detido nesta segunda-feira em Recife, sob suspeita de ser o responsável pelo assassinato do metalúrgico Paulo Gomes Ricardo da Silva, 26, que morreu na última sexta-feira ao ser atingido com uma privada, atirada do alto da arquibancada do estádio José do Rego Maciel, mais conhecido como Arruda. A polícia localizou o acusado através de informação transmitida ao Disque Denúncia.

De acordo com a PM, o rapaz confessou o crime e teria informado que agiu com a cumplicidade de dois comparsas. Nesse momento, ele está prestando depoimento à delegada Gleide Ângelo, do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa. O incidente ocorreu na última sexta feira, após uma disputa entre Paraná e Santa Cruz, pelo Segunda Divisão do Campeonato Brasileiro. O acusado é conhecido como
Ronaldinho. De acordo com testemunhas, a vítima fotografava um confronto entre torcidas organizadas quando foi atingido. Paulo morreu no local e foi sepultado em clima de comoção, no domingo.

A vítima foi atingida quando se encontrava entre os portões 6 e 7 do estádio, que dá para a rua das Moças, no bairro popular do Arruda. Por conta do problema, o estádio foi interditado pela Confederação Brasileira de Futebol. A decisão foi ratificada pelo Superior Tribunal de Desportos. A direção do Santa Cruz vai recorrer da decisão. A Federação Pernambucana de Futebol anunciou um prêmio de R$5 mil para quem denunciasse. O Globo

Postagens relacionadas

Preso suspeito de atirar vaso sanitário que matou torcedor no Arruda, em Recife
4/ 5
Oleh