4 de abril de 2014

Medo do desemprego cresce entre os brasileiros, diz CNI

O medo do desemprego cresceu entre os brasileiros, conforme revela a pesquisa Termômetros da Sociedade Brasileira, divulgada nesta sexta-feira, 4, pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). Os dados do levantamento mostram que, entre dezembro de 2013 e março de 2014, o índice cresceu 0,8%, saindo de 73 para 73,6 pontos. Na comparação com março do ano passado, o aumento chega a 6,7% em todos os cortes da pesquisa (considerando idade, gênero, grau de instrução, renda familiar, condição e região).

A exceção é o Nordeste do País, onde o índice ficou estável (com queda de 0,1%). O medo de ficar desempregado é ainda maior entre os que têm renda superior a 10 salários mínimos (14,2%) e menor entre os que ganham até 1 salário (3%).

O Índice de Satisfação com a Vida (ISV) também apontou um recuo no último mês de 1,0% na comparação com o levantamento feito em dezembro. Na comparação com o mesmo período do ano passado, a queda foi maior, de 2,2%. Só as famílias com renda até 1 salário tiveram aumento no índice (1,4%).

A pesquisa foi realizada pelo Ibope Inteligência entre 14 e 17 de março. Foram entrevistadas 2002 em 141 municípios.

Postagens relacionadas

Medo do desemprego cresce entre os brasileiros, diz CNI
4/ 5
Oleh