2 de abril de 2014

Babá confessa que agredia bebê, mas nega ter provocado internação

A babá Geane Oliveira Santos, 23 anos, acusada de agredir um bebê de um ano e um mês na cidade de Feira de Santana, a cerca de 115 quilômetros de Salvador, confessou que costumava bater na criança. No entanto, ela negou as acusações de que teria provocado a internação da vítima.

"Ela disse que dava tapas e beliscões na criança, mas negou que tenha praticado agressão física que poderia ter levado a criança a ser internada", afirmou a delegada  Letícia Alaor. A babá prestou depoimento nesta terça-feira (1º) e foi liberada em seguida por ter se apresentado espontaneamente.

A criança já foi submetida a uma tomografia de crânio e neurocirurgia. Ela segue internada no Hospital Estadual da Criança, também em Feira de Santana, em coma profundo e respirando por aparelhos.

O bebê foi internado na unidade médica última sexta-feira (28). Ele deu entrada na únidade médica após apresentar episódios de vômito e sonolência e segundo boletim divulgado pelo hospital ainda não apresentou "indícios de reatividade".

Em depoimento ao site local Acorda Cidade, a mãe da criança, Viviane Pereira Freitas, afirmou que levou o bebê ao hospital após não conseguir acordá-lo. "Dormiu de uma hora da tarde até cinco horas. Ela não acordava, nem se mexia", explica Viviane. Correio

Postagens relacionadas

Babá confessa que agredia bebê, mas nega ter provocado internação
4/ 5
Oleh