18 de fevereiro de 2014

Ministério Público encaminha para Justiça denúncia contra suspeitos da morte de cinegrafista

A Justiça do Rio de Janeiro recebeu nesta segunda-feira (17) a denúncia da promotora Regina de Almeida, da 8ª Promotoria de Investigação Penal do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro, contra Caio Silva de Souza e Fábio Raposo por crimes de explosão e homicídio doloso triplamente qualificado com impossibilidade de defesa da vítima e com emprego de explosivo. 

Os dois são acusados por terem acendido e jogado o rojão que provocou a morte do cinegrafista da TV Bandeirantes Santiago Ilídio Andrade durante uma manifestação, na quinta-feira (6), no centro do Rio, em protesto aos reajustes de tarifas de ônibus. 

Vera Regina de Almeida requereu à Justiça a prisão preventiva dos jovens suspeitos pelo envolvimento na morte do cinegrafista. Atualmente os dois estão em sistema de prisão temporária de 30 dias.

Postagens relacionadas

Ministério Público encaminha para Justiça denúncia contra suspeitos da morte de cinegrafista
4/ 5
Oleh