31 de janeiro de 2014

Após assembleia, funcionários dos Correios na Bahia entram em greve

Em assembleia realizada na noite desta quinta-feira (30) em Salvador e em Feira de Santana, funcionários dos Correios na Bahia decidiram decretar greve geral da categoria por tempo indeterminado. A paralisação, que começa nesta sexta-feira (31), vale para todo o estado.

Segundo o assessoria do Sindicato dos Trabalhadores em Correios e Telégrafos do Estado da Bahia, os funcionários pedem que a empresa mantenha os benefícios do plano de saúde da categoria, que, segundo o Sindicato, passa por mudanças de plano, com redução no atendimento aos trabalhadores e dependentes. Além disso, eles reivindicam a avaliação do plano de carreira de salários.

O movimento deve acontecer paralelamente em outros estados, que também estão realizando assembleias nesta semana. Nesta sexta (31), pela manhã, os grevistas ficarão concentrados em frente a sede dos Correios, localizada na Av. Paulo VI, na Pituba em protesto.

Em nota enviada mais cedo, a Empresa de Correios e Telégrafos informou que está cumprindo o que foi definido pelo Tribunal Superior do Trabalho a respeito do plano de saúde da empresa. "Todos os benefícios estão garantidos, incluindo dependentes cadastrados,  porcentagem de compartilhamento, não cobrança de mensalidade ou tarifas, rede credenciada e cobertura de procedimentos entre outros". 

Ainda segundo os Correios, a empresa tem se reunido mensalmente com representantes dos trabalhadores de todo o Brasil, assim, não há justificativa para paralisações que não representam a vontade da maioria dos empregados dos Correios.

Postagens relacionadas

Após assembleia, funcionários dos Correios na Bahia entram em greve
4/ 5
Oleh