26 de dezembro de 2013

Após bronca, vereadores assumem ter urinado em garrafa e copos da Câmara de Ibititá

Foto: Divulgação
Dois vereadores da cidade de Ibititá, no centro-norte baiano, deixaram o pudor de lado e assumiram, sem rodeios, ter urinado em uma garrafa e dois copos da Câmara Municipal durante sessão que varou a madrugada, com banheiros trancados. A revelação indecorosa foi feita após uma bronca dada, em plenário, pelo presidente da Casa, Celso Marques, que diz ter sido informado por um funcionário sobre os recipientes abandonados em um dos corredores do prédio. “Pensei que se tratava de uma brincadeira absurda, mas vi a garrafa cheia de mijo (sic) e depois os copos. Isso é uma falta de respeito”, reclamou. Nesse momento, atingido pela repreensão, o presidente do PT local, Cássio Pereira, decidiu se declarar como um dos “mijões”. “Eu estava apertado, querendo fazer minhas necessidades fisiológicas. Fui até meu gabinete, peguei uma garrafinha e fiz meu xixi, sim. Peço perdão à Casa, mas todos os banheiros estavam fechados. Eu não ia fazer nas calças”, justificou. Em seguida, foi a vez do legislador Paulo Dourado (PMDB), que não teve medo de afirmar “também fazer parte do time”. “Urino muito, por isso peguei quatro copos com uma funcionária. Quando os banheiros foram abertos, porém, fui lá e derramei todo o líquido no vaso sanitário”, contou. Até agora, a dupla de porcalhões não recebeu punição pelo delito. (BN)

Postagens relacionadas

Após bronca, vereadores assumem ter urinado em garrafa e copos da Câmara de Ibititá
4/ 5
Oleh