18 de outubro de 2013

Mato Grosso: Operação da PF desarticula esquema de revalidação de diplomas de medicina

Operação 'Esculápio' da Polícia Federal deflagrada nesta sexta-feira (18) em Mato Grosso e outros 13 estados contra esquema de uso de diplomas e documentos falsos de medicina deve prender 41 pessoas envolvidas.

Segundo a Polícia Federal, as investigações começaram após denúncia da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), que identificou 41 pessoas de instituições da Bolívia que nunca foram alunos do curso de medicina, tampouco concluíram o curso.

Ainda conforme as investigações, os envolvidos tinham como propósito concluir os estudos em universidade federais ou ingressar no Programa Mais Médicos, do governo federal. A Justiça Federal de Mato Grosso expediu os mandados de busca e apreensão contra os envolvidos.

Em Cuiabá, duas pessoas são procuradas e um terceiro envolvido vive em Tangará da Serra (239 km a médio-norte de Cuiabá). A operação ocorre também em cidades do Alagoas, Acre, Amazonas, Bahia, Ceará, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Paraná, Paraíba, Pernambuco, Rondônia, Rio Grande do Sul e São Paulo.

Três universidades bolivianas confirmaram para a UFMT que entre os inscritos no programa de revalidação, 41 pessoas nunca foram alunos ou concluíram a graduação nessas instituições.

Nas investigações, a Polícia Federal constatou que 29 pessoas que se inscreveram no programa de revalidação foram representados por 5 advogados ou despachantes, que teriam sub-rogado outras pessoas para realizar a inscrição dos supostos médicos.

A PF analisou documentos encaminhados pela UFMT e constatou que, dos investigados que se inscreveram no programa de revalidação, 29 foram representados por 5 advogados ou despachantes, que teriam sub-rogado outras pessoas para realizar a inscrição dos supostos médicos.

Os acusados podem responder pelos crimes de uso de documento falso e falsidade ideológica. O nome da operação remete ao 'deus' da medicina e da cura na mitologia greco-romana. (Fonte: Gazeta Mato Grosso)

Postagens relacionadas

Mato Grosso: Operação da PF desarticula esquema de revalidação de diplomas de medicina
4/ 5
Oleh