20 de outubro de 2013

Falso médico diplomado na Bolívia é preso no Sul da Bahia

Um falso médico, identificado como Antônio Cleiton Braga Leite, de 33 anos, foi preso em casa, nesta sexta-feira, 18, em Teixeira de Freitas, no extremo Sul da Bahia. A prisão ocorreu em cumprimento de um mandado de prisão preventiva. Antônio Leite foi denunciado pela Secretaria de Saúde do Município.

Antônio é natural da cidade de Feijó, no Acre, e casado com uma médica baiana. Ele seria diplomado em medicina por uma faculdade da Bolívia e vinha clinicando desde janeiro deste ano. O falso médico foi denunciado depois de provocar o aborto numa mulher que procurou atendimento em Ibirapoã.

A polícia informou que ele, atualmente, atendia no Centro de Saúde Isaura Chácara, em Ibirapoã, mas já havia passado anteriormente pelas cidades de Prado, Veredas, Itanhém e utilizava o carimbo de um médico de Salvador.

A polícia apura denúncias de que Antônio também teria atendido uma idosa, vítima de AVC, e a deixou com seqüelas graves. Em Teixeira de Freitas, ele utilizava uma identidade falsa em nome de Rodrigo Roffer Gomes Raposo.

De acordo com o delegado Kleber Eduardo Gonçalves, que conduziu as investigações e cumpriu os mandados de prisão e de busca e apreensão, na casa do falso médico foram apreendidos carimbos, receituários em branco e assinados, um notebook, um HD externo, já encaminhados para a perícia.
Antônio será indiciado por falsidade ideológica e exercício ilegal da medicina, e ficará custodiado na carceragem da 8ª Coorpin, aguardando transferência para o sistema prisional.

Nesta sexta a Polícia Federal deflagrou a Operação Esculápio visando comprovar esquema de uso de diplomas falsos de Universidades Bolivianas, no entanto, o caso do falso médico não faz parte da ação. 

Postagens relacionadas

Falso médico diplomado na Bolívia é preso no Sul da Bahia
4/ 5
Oleh