18 de outubro de 2013

Capitão que impediu roubo de moto em SP não será afastado, diz PM

A Polícia Militar e a Secretaria da Segurança Pública (SSP) negaram nesta quinta-feira (17) que o capitão da PM Antônio Bernardo tenha sido afastado das suas funções. O policial impediu o roubo de uma motocicleta no sábado, na zona leste de São Paulo, e disparou duas vezes contra um dos assaltantes.

  A ação teve ampla repercussão porque foi toda gravada por uma câmera acoplada no capacete do motociclista. A informação sobre o afastamento foi dada pelo deputado Olímpio Gomes (PDT), major da reserva, que aparece em vídeo na Assembleia Legislativa de São Paulo afirmando que o PM está na administração de seu batalhão, na "geladeira", aguardando para ingressar no Programa de Acompanhamento e Apoio ao Policial Militar (PAAPM). 

A declaração gerou polêmica nas redes sociais, com milhares de internautas criticando o suposto recolhimento do PM. As notas da SSP e da Polícia Militar informam que a ação "não está relacionada aos casos que determinam avaliação psicológica para inclusão no Programa de Acompanhamento e Apoio ao Policial Militar (PAAPM)." 

Postagens relacionadas

Capitão que impediu roubo de moto em SP não será afastado, diz PM
4/ 5
Oleh