7 de outubro de 2013

Bancários rejeitam nova proposta e greve continua

Em assembleia realizada no final da tarde dessa segunda-feira, 7 de outubro, os bancários rejeitaram a proposta apresentada pelos banqueiros e a greve vai continuar por tempo indeterminado em todo o País.

Segundo João Irasílio, que representa o Sindicato dos Bancários de Ponta Porã e região em Amambai, durante a assembleia realizada em São Paulo o comando grevista, com respaldo da categoria, também anunciou uma intensificação ainda maior no movimento.

Na sexta-feira, 4 de outubro, após reunião com a coordenação nacional da greve, a FEBRABAN (Federação Brasileira dos Bancos) teria proposto reajuste de 7,1%, um ponto percentual em relação à proposta anterior, que era de 6,1%.

A categoria quer, entre outros benefícios, a reposição salarial de R$ 6,93% que corrigiria o índice da inflação, mais um reajuste real de R$ 5%.

“Pela nova proposta apresentada na sexta-feira pelos banqueiros o reajuste ficaria em menos de um por cento e isso não foi aceito pela categoria”, ressaltou João Irasílio.

Postagens relacionadas

Bancários rejeitam nova proposta e greve continua
4/ 5
Oleh