13 de outubro de 2013

Acusado de planejar incêndio a ônibus na greve da PM se filia a partido e quer ser deputado

O advogado Davi Salomão, que foi acusado pelo Ministério Público Federal (MPF-BA) por formação de quadrilha, controle e ameaça de passageiros de transporte público, sabotagem de instalações militares e vias de transporte, paralisação de atividades de segurança, incitação à desordem social e participação em organização militar particular em fevereiro de 2012, na greve da Polícia Militar, capitaneada pelo vereador Soldado Prisco (PSDB), pretende concorrer a um cargo na Assembleia Legislativa em 2014. Salomão se filiou recentemente ao PTC e, segundo o jornal A Tarde, deve se candidatar a deputado estadual. A adesão do postulante foi comemorada na sigla. “O PTC vai incendiar a eleição de 2014”, disseram. Fonte: BN

Postagens relacionadas

Acusado de planejar incêndio a ônibus na greve da PM se filia a partido e quer ser deputado
4/ 5
Oleh